Bem-Vindos. Sentem-se em volta da fogueira, peguem uma xícara de chá e comecemos a aprender os mistérios antigos e a desvendar segredos esquecidos.
Trilhem connosco a floresta sobre o olhar atento da Lua...

Novos artigos serão sempre publicados à segunda-feira e à sexta-feira.




domingo, 22 de maio de 2016

Crítica Literária: "Magical Household" de Scott Cunnigham

Título: Magical Household: Spells & Rituals for the Home
Autor(es): Scott Cunnigham e David Harrington
Pontuação
Descrição: Reconheça e celebre a magia da vida com ritos intemporais e feitiços. Crie uma casa mágica, um refúgio de harmonia, segurança, espiritualidade, segurança e romance. Os benefícios incluem uma existência mais feliz, protecção contra ladrões, melhoria da saúde, um sono reparador, satisfazendo experiências espirituais entre outros mas sempre criando um ambiente perfeito para a magia positiva e uma vivência única.
Crítica: Terminei de ler este livro à pouco tempo e devo dizer que simplesmente adorei. É um livro simples que pode ser utilizado por quem já estuda Magia à muito tempo ou até por quem acabou de começar. Todos os rituais e feitiços descritos no livro são muito simples e baseados na Magia Natural e Magia Simpática, sendo que podem ser adaptados quer à vida mais rural ou à vida mais urbana. Passando pelos vários espaços de uma casa desde a lareira, a cozinha, a casa de banho, a sala de estar, o quarto, a garagem e o jardim (entre outros aspectos da nossa vida quotidiana, como a beleza e a adivinhação!) estes dois autores fornecem-nos imensos pequenos ritos e ideias que podem ser utilizadas de forma discreta e prática para tornar toda a nossa rotina e vivência uma autêntica experiência mágica! Muito do que é sugerido neste livro é baseado em antigas crenças europeias e asiáticas, em antigos costumes como o utilizar a cebola para absorver energias negativas, deitar sal por trás do ombro para cortar os males, acender velas durante Imbolc e até em que fases da Lua cortar o cabelo ou colher as ervas. É sem dúvida um guia prático e útil para todo o Bruxo que pretenda tornar toda a sua rotina algo mágico e incluir rituais, amuletos e outros em tudo o que faz.

2 comentários:

  1. Acho isso tão bom no Cunnigham, tudo que ele escreve é pra ser simples e cotidiano. Não sei como ele nunca escreveu um livro chamado "bruxaria sem frescura"... XD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É fantástico, a forma como ele consegue simplificar as coisas. O primeiro livro de Wicca que li foi dele e foi simplesmente cativante (tanto que ainda cá ando! haha). :)

      Eliminar