Bem-Vindos. Sentem-se em volta da fogueira, peguem uma xícara de chá e comecemos a aprender os mistérios antigos e a desvendar segredos esquecidos.
Trilhem connosco a floresta sobre o olhar atento da Lua...

Novos artigos serão sempre publicados à segunda-feira e à sexta-feira.




segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Garrafas de Bruxa


As Garrafas de Bruxa ou Witches' Bottle são dos métodos mais famosos hoje em dia para protecções e banimentos. Mas o que é ao certo uma Garrafa de Bruxa? Uma Garrafa de Bruxa é, basicamente, um feitiço no qual se utiliza uma garrafa com determinados ingredientes e se enterra ou guarda durante um determinado período de tempo. Existem registos do uso deste tipo de feitiços à imensos anos e é extremamente eficaz quando bem realizado!

Por exemplo muitas Bruxas optam por fazer Garrafas de Bruxa em Samhain e renovar em Beltane ou então no Samhain a seguir, enterrando-as no jardim ou em vasos (recordando que se enterrar em vasos onde contenha plantas poderá prejudicar as mesmas). Há quem opte por fazer Garrafas de Bruxas que se "auto alimentam" da energia recolhida e, como tal, duram anos e anos! Existem várias receitas e várias formas de fazer uma Garrafa de Bruxa. O método tradicional envolve elementos com quem nem todos se sentem confortáveis em trabalhar como sangue, urina, unhas, cabelos, etc. Irei colocar duas versões neste artigo uma que utiliza esses ingredientes e outra que não utiliza. Recordo que poderá sempre pesquisar online por muitas mais receitas dado que é possível utilizar este método de feitiço de uma forma bastante bastante diversificada.

Neste artigo irei focar-me no meu tipo de Garrafa de Bruxa favorito que é para protecção. Iremos incluir três tipos:
  • O tipo que captura e armazena a energia negativa;
  • O tipo de espelha a energia negativa enviada e a retorna a quem enviou;
  • O tipo que transforma a energia negativa em energia positiva;
Para começar é necessário ter um recipiente, preferencialmente de vidro, que feche bem e dê para ser selado com cera de vela, o tamanho do recipiente será dependendo de onde pretende guardá-lo e quais os materiais que pretende ter dentro do mesmo. Se os ingredientes a serem utilizados no frasco forem perigosos (ex: pregos ferrugentos, agulhas, etc.) é também aconselhável o uso de luvas para evitar feridas e infecções (e é de aconselhar ter sempre pensos rápidos/band-aid por perto). Não esquecer também de cera ou vela para selar o frasco, preferencialmente de cor preta. Agora os ingredientes da própria garrafa em si variam dependendo de qual a versão que pretende usar.
Tradicional:
  • Fluídos corporais (urina, sangue, esperma, fluído vaginal, etc., dependendo da escolha do praticante);
  • Pregos ferrugentos e até dobrados, pedaços de arame farpado, espinhos, pedaços de vidro ou espelho, etc;
  • Cabelos ou unhas ou pêlos das pessoas/animais que irão ser protegidas;
  • Ovos;
Moderna:
  • Vinho, Sidra de Maçã ou Água Salgada Abençoada em substituição dos fluídos corporais;
  • Pregos (podem ser novos) ou agulhas, pedaços de espelho ou vidro e fio ou corda;
  • Símbolos das pessoas que irão ser protegidas (nomes em papel, símbolos que representem, representações, etc.);
  • Ovos;
  • Ervas associadas ao que se pretende, cristais com as propriedades desejadas, sal, etc.; 
A diferença entre ambos os tipos é devido ao facto de que muitos praticantes não se sentem confortáveis em utilizar fluídos corporais e cabelos ou unhas das pessoas que irão ser afectadas pela garrafa. Desse modo, disponibilizamos ambas as possibilidades, deixando ao encargo do praticante qual prefere utilizar. 

Preparação: Recolha todos os ingredientes necessários (no caso de fluídos corporais estes devem ser os últimos a serem recolhidos dado que não devem ser guardados mais do que um dia). Escolha uma data ideal para a realização da garrafa (poderá ser um Sabbat ou um dia dependendo das correspondências astrológicas ou das Fases da Lua) e uma hora ou altura do dia para efectuar o ritual. A Lua Minguante é considerada uma altura propícia para este tipo de trabalho. Os fluídos corporais ou representações pessoais têm como objectivo representar as pessoas a serem protegidas e garantir que, no caso de garrafas de protecção, tudo o que seja feito em direcção às pessoas será redireccionado para o símbolo ou essência delas que se encontra na própria garrafa, passando então por tudo o que colocamos dentro que tem o seu significado. Os pregos e pedaços de arame e esse tipo de material que colocamos dentro da garrafa têm como propósito o "agarrar" as energias negativas (o metal captura, o vidro confunde e corta, os espinhos perfuram e o ferro (e ovo) dissolve-as). Pode ainda visualizar as energias negativas a "afogarem-se" na urina. Caso esteja a criar-se um tipo de garrafa cujo o objectivo é espelhar a energia negativa basta, durante a construção, visualizar o vidro e os espelhos a espelharem e enviarem de volta as energias para quem enviou ou para a terra. Para uma garrafa cujo o objectivo é transformar as energias poderá visualizar a energia negativa a ser transformada em positiva através dos ingredientes e a beneficiar a própria casa ou as pessoas envolvidas. O mesmo se aplica às garrafas mais modernas e sem estes objectos, deverá ser efectuada a visualização correspondente para cada ingredientes dependendo da sua característica e propósito (o sal para purificar e abençoar o alvo da garrafa, os pregos ou agulhas servem para aterrar as energias negativas e também podem visualizar como enviando-as de volta para o remetente através da Lei Triplíce ou Karma, a corda servirá para enrolar as energias negativas e prendê-las nos nós feitos. O vinho/vinagre, como substituído da urina, pode ser visualizado da mesma forma a "afogar" as energias negativas).

A garrafa pode ser feita no mesmo local onde vai ser escondida ou enterrada ou pode ser feita noutro sítio e, posteriormente, levada para o referido local. Pense no local com antecedência e garanta que é um sítio em que não se vai esquecer dela e ninguém (nem animais) a poderão encontrar. Se achar necessário, ao criar a garrafa, pode lançar um círculo. Não é obrigatório, irá depender de cada praticante.

Para fazer a garrafa comece por colocar os ingredientes, dependendo do tipo de garrafa: 

Tradicional: Adicione os ingredientes escolhidos deixando para último o ovo (não o coza e coloque-o cru) e, posteriormente, o sangue/urina/fluídos corporais. Faça as devidas visualizações para o propósito para o qual está a construir a garrafa enquanto a faz. No fim sele a garrafa com o cera e garanta que o selo não se parte. Se partir, retire e comece de novo. No fim pode adornar a garrafa com símbolos ou sigilos à sua escolha. No fim leve a sua garrafa até onde pretende escondê-la (se tiver aberto um círculo, feche-o) e esconda-a. Se for longe de casa, esconda-a virada para baixo e pode até fazer banimentos na zona para impedir que a encontrem. Se for em casa, com a tampa para cima. Recorde-se onde a colocou para, no futuro, a ir buscar e puder descartar a mesma. 

Moderna: Inicie o seu ritual como costuma e pode fazer a garrafa dentro do mesmo. Se preferir pode fazer fora de ritual. Comece por colocar o sal e, depois, os pregos e agulhas. Logo de seguida pode adicionar as ervas, os cristais, a corda com nós. Depois poderá adicionar líquidos como o vinho ou vinagre. Quando a garrafa estiver pronta pode cantar um cântico para criar poder e direccioná-lo para a garrafa que depois será selada com a cera da vela. Aplica-se a mesma regra que a tradicional, garanta que o selo de cera não parte e, se partir, retire e comece de novo. Termine o ritual da maneira habitual e deixe a garrafa no local, podendo queimar incenso para selar o feitiço.

No final a duração da garrafa irá depender do que foi definido na construção da mesma. Quando a está a fazer terá de definir como pretende que ela funcione. Se pretende que dure um ano, seis meses ou indeterminado. Deverá também, em caso de tempo prolongado, definir como a mesma se irá alimentar energeticamente (recomendando ser a partir das próprias energias que ela recolhe). Isto irá depender da prática de cada um.

Por fim existem imensas receitas e formas de fazer Garrafas de Bruxas, algumas mais tradicionais e outras mais modernas. Recomendo uma boa pesquisa na Internet para encontrar mais receitas variadas e encontrar a que se adequa a sim e qual prefere. Recorde-se de adquirir todos os materiais com antecedência e ter tudo planeado para garantir que corre tudo perfeito!

0 comentários:

Enviar um comentário