Bem-Vindos. Sentem-se em volta da fogueira, peguem uma xícara de chá e comecemos a aprender os mistérios antigos e a desvendar segredos esquecidos. Trilhem connosco a floresta sobre o olhar atento da Lua...

Novos artigos serão sempre publicados à quinta-feira.



segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Métodos Divinatórios - O Tarot


Hoje damos inicío ao começo de uma série de artigos chamada "Métodos Divinatórios". Iremos começar com o Tarot dado que este é um dos métodos mais conhecidos e utilizados por vários caminhos da Bruxaria e do Paganismo. Iremos ter um artigo de introdução e, posteriormente, um artigo para cada carta dos Arcanos Maiores e um artigo para cada conjunto de Arcanos Menores tal como outros tópicos importantes dentro de cada métodos divinatório. Estes artigos para além de estarem disponíveis no blogue estarão também referenciados no artigo principal de cada método.
Esta série irá também, posteriormente, abranger outros métodos divinatórios como as runas, pêndulos, scrying, etc.

*****


O tarot é um conjunto de 78 cartas, constituídas por 22 arcanos maiores e 56 arcanos menores. Existem diversos baralhos com diferentes designs e estilos, existem os tradicionais, modernos, etc. A escolha do baralho depende do praticante. Se seguir alguma corrente especifica de Tarot ou de trabalho Mágico poderá ter de utilizar um baralho específico para o seu trabalho mas, enquanto solitário, poderá utilizar qualquer baralho. Aconselho sempre a que seja escolhido o baralho com o qual tem mais ligação, que mais atraí. Não escolha apenas porque é bonito ou barato ou caro, escolha algo que fale consigo, que estabeleça uma ligação. Esse será o melhor baralho para trabalhar.

A forma de lançamento também poderá variar dependendo dos métodos utilizados (há quem utilize as cartas invertidas, quem use apenas os arcanos maiores, quem use só os arcanos menores, etc). O método e a forma a usar será uma questão de tentativa e erro até encontrar aquilo com o qual se identifica e que faz sentido para si.
Comecemos pelas cartas. Um baralho de Tarot costuma ter 78 cartas (22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores). Os Arcanos Maiores são:

0 - O Louco
1 - O Mago
2 - A Sacerdotisa
3 - A Imperatriz
4 - O Imperador
5 - O Papa
6 - Os Enamorados/Apaixonados
7 - O Carro
8 - A Força
9 - O Eremita
10 - A Roda da Fortuna
11 - A Justiça
12 - O Enforcado
13 - A Morte
14 - A Temperança
15 - O Diabo
16 - A Torre
17 - A Estrela
18 - A Lua
19 - O Sol
20 - O Julgamento
21 - O Mundo
Nota: Nos baralhos baseados no Baralho de Tarot Waite a Justiça e a Força são invertidas sendo que nos métodos mais antigos (associados à tradição de Thoth) a Justiça ocupa o lugar número 8 e a Força ocupa o lugar número 11. A diferença reside nas duas escolas de Tarot a qual irá ter um artigo dedicado e cujo link será colocado aqui) a baseada no Baralho de Thoth e a baseada no Baralho de Waite.

Os Arcanos menores são constituídos por 56 cartas divididas entre quatro naipes: Paus/Bastões, Espadas, Copas/Cálices e Ouros/Pentáculos, conforme mostra o quadro abaixo:
O nome de algumas cartas dos arcanos menores, tal como o nome dos naipes, poderá ser adaptado de baralho para baralho. Alguns baralhos utilizam nomes mais pagãos como Elders e Iniciates para algumas das cartas.
Um ponto importante a ter em consideração durante o estudo do Tarot é a diferença entre várias artes semelhantes ao Tarot mas que não são Tarot tal como os Oráculos, Baralhos dos Anjos e Lenormand. Abaixo uma breve definição de cada um destes métodos que, posteriormente, terá direito a um artigo próprio no nosso site:

  • Tarot: Um tarot tem a estrutura específica de 72 duas cartas divididas entre Arcanos Maiores e Arcanos Menores. É possível os nomes das cartas dos Arcanos Menores (e até maiores) serem mudados ao gosto do artista porém a estrutura mantém-se a mesma tal como os significados e mensagens.
  • Oráculos: Um baralho de oráculo é algo muito mais fluído e que pode depender do próprio artista. Existem baralhos de oráculos com 52 cartas, com 68 cartas, etc. Por norma os mesmos vêem acompanhados de livros e manuais que auxiliam o praticante a entender o significado de cada carta.
  • Baralhos de Anjos: Tal como os oráculos, os Baralhos de Anjos dependem do próprio criador (sendo que os mais famosos são os da Doreen Virtue) e o seu significado irá depender também do próprio artista, costumando vir acompanhados de um pequeno livro de instruções. É um método mais voltado para mensagens de apoio e de orientação e não tanto voltado para a vertente divinatória.
  • Lenormand: Este é um método em que os baralhos são constituídos por 36 cartas com imagens simples e com significados muito específicos (o oposto do Tarot, cujas cartas deixam um pouco à corrente de quem está a ler e são adaptáveis a cada situação). É um método específico e com aprendizagem diferente do Tarot normal.
Ao longo das próximas semanas iremos disponibilizar artigos referentes aos seguintes temas:

  • - O Baralho de Thoth vs O Baralho de Rider-Waite
  • - A História do Tarot
  • - Como Escolher um Baralho
  • - Métodos de Lançamento de Tarot
  • - Os Arcanos Maiores (incluindo um artigo para cada arcano maior)
  • - Os Arcanos Menores (incluido um artigo para cada naipe de arcano menor)

Estejam atentos e não percam esta série de artigos fascinantes!

0 comentários:

Enviar um comentário