Segurança na Bruxaria

por - setembro 17, 2020

Unsplash (Content Pixie)

Hoje vamos abordar alguns dos cuidados que são necessários quando praticamos Bruxaria. Poderão parecer cuidados óbvios para praticantes mais experientes, contudo, nunca é demais recordar e há sempre a necessidade de aprendê-los pela primeira vez, no caso dos iniciantes. 

Por isso, vamos lá ver como podemos tornar a nossa prática da Bruxaria uma prática mais segura, vamos?

  • Velas
Existem vários cuidados a ter com velas na nossa prática. O mais óbvio deles todos, e que somos sempre relembrados desde criança, é nunca deixar velas sem supervisão. Sei que é tentador deixar uma vela a arder no altar enquanto vamos às compras ou vamos trabalhar mas não é recomendável! Arriscamos a que haja um incêndio. As velas nunca devem ficar sem supervisão. Se precisam mesmo ou fazem questão de ter sempre uma "luz" acesa no altar, optem por velas a pilhas ou a energia. É muito mais seguro e garantem que não chegam a casa com os bombeiros à porta. Outros dos cuidados com as velas é o garantir que aparamos os pavios para que a chama não seja grande demais e fique fora de controlo. Este é um dos cuidados recomendados pelos comerciantes e criadores de velas, é garantir que aparamos sempre os pavios. Adicionalmente evitem soprar para a vela para a apagar: Ou deixem queimar até ao fim ou arranjem um apagador de velas para garantir que a chama é apagada de forma segura. 

  • Cristais
Há vários cuidados que devemos ter no manuseamento de cristais. Um dos primeiros cuidados com cristais é garantir que temos os devidos cuidados dependendo de cristais. Como já falamos anteriormente, cada cristal é um cristal e há diferenças entre os mesmos, principalmente a nível da dureza. Como tal, é preciso ter cuidado com os nossos cristais e garantir que não usamos cristais de baixa dureza em ambientes que os vão estragar (água, sal, luz solar, etc). Isto está ligado também ao uso que damos aos cristais. Um dos pontos principais é Elixires. Evitem usar cristais em água que vão consumir! Nem todos os cristais são apropriados para estar junto de água que vai ser ingerida, alguns são tóxicos, outros são perigosos, etc. Garantam que sabem o que estão a fazer antes de o fazer (principalmente com fontes de geólogos e profissionais de saúde). Outro ponto especial no que diz respeito aos Cristais, e que está a virar "moda" em algumas redes sociais como o TikTok, é o partir ou triturar cristais em casa. NÃO O FAÇAM. Os cristais são pedras e ao partir as mesmas estamos a libertar para o ar pequenas partículas de pedras e pó das pedras que é tóxico para os nossos pulmões. Estas pequenas partículas podem também causar cortes no nosso corpo e até nos nossos pulmões. Não o façam! 

  • Ervas e Óleos
Outro cuidado importante na nossa prática é referente às ervas e plantas que utilizamos. Nem todas as plantas são boas para consumo, como tal, evitem ingerir plantas sem saberem as suas características e se podem ser ingeridas ou não. Algumas plantas podem ser ingeridas mas têm contra indicações dependendo do estado da pessoa (gravidez, medicação, etc). Pelo que tenham atenção a isso e, se necessário, falem com um profissional de saúde ou o vosso médico de família. Se não têm a certeza, não bebam/comam. Mais vale prevenir do que remediar. E isto aplica-se também a nível das defumações. Nunca queimem ervas de portas e janelas fechadas! Sempre que forem queimar alguma coisa é preciso manter uma área ventilada para garantir que o ar circula, principalmente se vocês estiverem no local ou houver animais no local. Isto ajuda também nas limpezas dado que ter as janelas e portas abertas ajuda ao circular das energias. Também no que diz respeito aos óleos é preciso ter cuidado porque podemos ter reações alérgicas aos mesmos. Os óleos nunca devem ser ingeridos, são exclusivamente para uso exterior. Garantam sempre cuidado no uso de ervas e óleos principalmente a nível das alergias e consumo dos mesmos. 

  • Águas do Sol & Lua
Pode parecer um tópico estranho para abordar num artigo de segurança mas é importante falar. Uma das primeiras coisas que temos tendência a fazer quando começamos a lidar com Magia é fazer Água da Lua ou Água do Sol porque são coisas extremamente fáceis de fazer e práticas. Contudo um dos principais cuidados com estas águas é que as mesmas não devem ser consumidas, a menos que tenham sido expostas por um curto espaço de tempo e tapadas. Isto porque uma água destapada, parada e exposta durante muito tempo torna-se uma casa fantástica para todo o tipo de bactérias e bichos. Já imaginaram o que é beber água que esteve exposta e parada durante 10 ou 12 horas, com moscas e outros bichos a passar-lhe por cima? Não parece muito saboroso pois não? Então é preciso ter vários cuidados com a forma como colocamos estas águas a carregar e evitar a ingestão das mesmas. Podem usar para banhos e outras práticas mas evitem beber. 

  • Sigilos da Internet
Uma coisa bastante comum de ser partilhadas nas comunidades, principalmente no Tumblr e Pinterest, são sigilos para utilização comum. Enquanto pode parecer uma excelente ideia ter um sigilo já feito e poupar trabalho na sua criação, não é aconselhável. Apesar de a pessoa que o criou dizer que o seu propósito é X não quer dizer que o seja. E um sigilo tem muito mais poder se for criado por nós próprios, por isso, criem sempre os vossos sigilos e dediquem tempo à vossa prática. Nós temos artigos de como Criar Sigilos que podem ser úteis para iniciantes. 

  • Invocações/Espíritos & Entidades
Outro ponto a referir é que devemos sempre ter cuidado quanto trabalhamos com entidades. Estejamos a falar de espíritos, divindades, elementais, seres místicos, etc. É preciso ter cuidado e respeito pelo que estamos a fazer. Não chamem algo que não conseguem banir e não tentem lidar com entidades que estejam fora das vossas competências. Sei que pode parecer interessante iniciar um trabalho com fadas ou com demónios dentro da Magia mas estas aproximações a entidades deve ser feita de forma cuidadosa e com o devido conhecimento, caso contrário, arriscamos a chamar algo com o qual não estamos preparados para lidar. Não tenham medo de saber os vossos limites e de trabalhar com base neles, garantindo sempre que estudam e se informam do que estão a fazer. 

Estes são alguns dos cuidados que tenho a recomendar, sendo que poderei fazer uma segunda parte deste artigo se me lembrar de mais pontos que sejam importantes a referir. A Bruxaria não é um caminho fácil mas também não é impossível, apenas temos de ter os pés bem assentes na terra e saber aquilo que estamos a lidar e como lidar com as coisas, sejam ervas, velas ou entidades. 

E vocês, quais os cuidados que recomendam para iniciantes? 

Também podes gostar

2 Comentários

  1. Respostas
    1. Olá, muito obrigada!! :) Fico contente por saber que gostam do meu trabalho!
      Bênçãos Plenas,
      Alexia Moon

      Eliminar