Bem-Vindos. Sentem-se em volta da fogueira, peguem uma xícara de chá e comecemos a aprender os mistérios antigos e a desvendar segredos esquecidos. Trilhem connosco a floresta sobre o olhar atento da Lua...

Novos artigos serão sempre publicados à quinta-feira.



segunda-feira, 27 de junho de 2016

Bruxaria sem Deuses



Apesar de o título soar meio estranho este artigo irá abordar a prática da Bruxaria e da Magia sem recorrer a divindades. Há muita gente que se sente atraída pela prática da Bruxaria e da Magia, nas suas diversas formas, mas sente-se desconfortável com a ideia de ter de lidar com Deuses, Deusas e/ou outras entidades (sejam elas mitológicas, elementares, etc.) e acaba por se afastar desta prática sem saber que a mesma não tem a obrigatoriedade de ter divindades ou entidades para se trabalhar. É possível trabalhar apenas com os elementos da Natureza e com as forças da mesma (trabalho com ervas, cristais, etc.) e até com a própria energia pessoal de cada pessoa. 

Quando alguém pretende começar a trabalhar com Magia sem divindades ou entidades o primeiro passo a tomar é verificar quais as alternativas e quais os tipos de Magia com que pretende lidar, dado que muitos são exclusivamente com entidades específicas ou divindades. Assim que escolher qual o caminho que pretende (por exemplo, Bruxaria Natural) basta começar a investigar e aprofundar o assunto. Quais os instrumentos utilizados, o que eles simbolizam, o que é praticado, onde encontrar os recursos necessários para a prática, etc. Tomando o exemplo da Bruxaria Natural a mesma funciona à base da Natureza trabalhando com os elementos (Ar, Fogo, Água e Terra) e com o que a Natureza nos fornece (pedras, cristais, ervas, água, fumo, etc.) sendo apenas necessário acreditar na sua energia pessoal (a qual irá moldar através da Magia) e na energia da Natureza que lhe rodeia. Também a Bruxaria do Mar segue os mesmos propósitos, o trabalho com o Mar e com aquilo que ele nos fornece (conchas, areia, pedras, água salgada, etc.) e com o que ele representa.

Outra das Bruxarias que se pode praticar sem ter de recorrer a divindades é, por exemplo, a Bruxaria de Cozinha. Nesta o praticante utiliza as suas capacidades de cozinhar para desenvolver pratos, poções, chás, entre outros com os determinados propósitos que pretende sem ter de recorrer a entidades externas. Também, caso se acredite em espíritos (não espíritos enquanto entidades específicas mas espíritos então aqueles que já passaram para lá desta vida) também se pode praticar a chamada Hedge Witchcraft utilizando o Xamanismo como ferramenta para trabalhar nos diversos planos de existência e com viagens astrais. Em alternativa existe ainda o caminho mais prático que será a Bruxaria Ecléctica. Através de um estudo aprofundado e diverso poderá criar o seu próprio caminho e seguir uma prática ecléctica, implementando várias características de muitas outras práticas e caminhos.

As opções são imensas e as formas de praticar este tipo de caminho são as mais variadas. Não é obrigatório, para um Bruxo, acreditar num Deus ou numa Deusa ou acreditar em entidades específicas. A Bruxaria é um ofício variado que permite um desenvolvimento pessoal e desenvolvimento do caminho individual de cada um. Sinta-se livre para explorar o que tem ao seu dispor e escolher aquilo com que se sente confortável de trabalhar no seu próprio caminho.

3 comentários:

  1. Oiii, seu blog é ótimo!
    Coloca um cadget de seguidores pra gente poder seguir e acompanhar seu blog! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Obrigada, fico feliz por gostar! Assim farei, Ainda hoje estará no ar :)

      Eliminar
  2. Amei esse texto!
    Conheci e me auto-iniciei na Wicca quando ela começou a se popularizar no Brasil, 1993, 94....
    Hoje pratico Xamanismo, cultuando a Deusa e o Deus no Todo e em suas múltiplas formas.
    Salve a Eterna Religião1

    ResponderEliminar