Bem-Vindos. Sentem-se em volta da fogueira, peguem uma xícara de chá e comecemos a aprender os mistérios antigos e a desvendar segredos esquecidos. Trilhem connosco a floresta sobre o olhar atento da Lua...

Novos artigos serão sempre publicados à quinta-feira.



sexta-feira, 31 de março de 2017

Como Começar o Caminho


O primeiro passo é sempre o mais díficil e o que custa é iniciar o caminho.

Para quem está a começar a aprender sobre Bruxaria e Paganismo, principalmente se estiver a iniciar o caminho de forma solitária, existem sempre muitas dificuldades e obstáculos. Não planeio com este artigo acabar com todas essas dificuldades mas quero dar uma ajuda a quem está a começar. Uma especíe de orientação inicial com base nas principais perguntas que fazemos a nós próprios quando começamos. Todos nós, tenhamos muitos anos ou não de prática, já começamos por algum lado, de alguma forma, em alguma altura. E nunca nos devemos esquecer de onde viemos e o pouco que sabíamos no início, por isso, vamos começar com as principais questões:

  • Qual caminho escolher?
Esta não é, de todo, a prioridade. Não se preocupe com rótulos, muito menos no início. Estude, medite, vivencie o que a prática e o estudo tem a lhe dar. Claro que, eventualmente, irá traçar do seu caminho e escolhê-lo: A vertente mais famosa dentro do Paganismo e da Bruxaria é a Wicca mas a Wicca não é sinónima de Bruxaria, ela é apenas uma das vertentes da Bruxaria. Aliás recomendo ler o artigo sobre Conceitos: Paganismo, Bruxaria e Wicca de forma a distinguir cada um destes três conceitos que muitas vezes se confundem, principalmente para quem está a começar. Mas, para além destes, existem muitos mais: Reconstrucionismos (Grego, Romano, Egípcio, Maia, Celta, etc.), Xamanismo, Druidismo, Bruxaria Tradicional, entre muitos e muitos outros! Não precisa de escolher um e ficar nesse até ao fim, nem sequer precisa de escolher um, pode apenas trilhar o seu próprio caminho ou, caso escolha um caminho, pode acabar por mudar se vir que não se identifica. Por enquanto, no início, não se preocupe com rótulos.

  • Tenha uma mente crítica
Charlatães há em todos os caminhos e o Paganismo e a Bruxaria não são isentos disso. Tenha sempre muita atenção ao que lê e ao que lhe dizem. Não acredite em tudo o que lê nem em tudo o que lhe dizem nem em tudo o que vê ser feito. Seja crítico, investigue, vá ás fontes, não desista. Tenha atenção aos "cursos"que são disponibilizados, principalmente no Brasil onde é frequente isso acontecer, e as iniciações compradas. O rito iniciático, como na Wicca, é um ritual muito intímo entre o Iniciante e o Iniciado pois estabelecerá uma ligação para a vida entre os dois e não deve ser nem realizado de ânimo leve nem como uma "compra" ou "aquisição". Requer todo um período de estudo e dedicação, por isso, não caia na conversa de todos os que prometem "mundos e fundos". Seja crítico e cuidadoso no seu caminho.

  • A família não permite
Este é um ponto importante e muito falado, principalmente por quem tem menos de 18 anos. Porém a realidade é que, se tem menos de 18 anos, e os seus pais não deixam que tenha altar, compre livros de Bruxaria, vá em eventos ou celebrações públicas, estude Bruxaria não há nada a fazer, pois eles são seus pais e deverá respeitar a sua decisão. Aproveite para ler sites e conteúdos online, se conseguir, e quando for a livrarias com amigos aproveite para folhear alguns livros e aguarde pacientemente pela chegada da maioridade. "A paciência é uma virtude" é uma frase importante nestes casos e pode ser posta em prática. Seja paciente, se o caminho para si for a Bruxaria e o Paganismo terá uma vida inteira e não serão 4 ou 5 anos que farão diferença no seu percurso.

  • Não encontro grupos nem covens
A maioria dos covens realiza o seu culto e prática em segredo e, a menos que conheça um dos momentos é que saberá que ele existe (e, às vezes, nem assim). É raríssimo covens terem grupos online ou sequer procurarem novos membros. E, como falamos, não necessita obrigatoriamente de fazer parte de um coven (nem da Wicca) e pode trilhar o seu caminho solitário. Se não gostar da ideia de estudar sozinho pode optar por criar um grupo de estudos na sua zona. Assim não envolve qualquer tipo de iniciação nem corre o risco de ser chamado de "charlatão" mas ao mesmo tempo consegue reunir um espaço e um grupo de pessoas interessadas em estudar mais sobre Bruxaria e Paganismo e podem começar a aprender juntos. Porém se quiser encontrar mais gente na sua zona pode sempre recorrer ao Witches' Voice ou, no caso de ser do Brasil, o fórum da Tradição Caminho das Sombras contém uma parte para praticantes colocarem de onde são e encontrarem outros praticantes ou interessados.

  • É dificil demais!
Ninguém disse que iria ser simples. Pelo contrário, muitos Bruxos e Bruxas afirmam que Bruxaria e Paganismo são caminhos díficeis e eu concordo. A Bruxaria e o Paganismo e os seus respectivos caminhos não são práticas fáceis nem práticas para as "massas". Isto porque todos eles requerem trabalho, estudo, esforço, dedicação, investimento de tempo, sacríficios pessoais, entre outros. Trilhar os caminhos dentro da Bruxaria e até do Paganismo exige muito do praticante mas as recompensas a nível pessoal são fantásticas e, que fique claro, não me refiro a recompensas monetárias mas sim a nível da nossa vida, do nosso crescimento, ligação com o que nos rodeia e com o que praticamos. Sei que é complicado, e acima de tudo quando trilhamos sozinhos o caminho, mas devemos ser perseverantes e dedicados, principalmente se sentirmos dentro de nós que este é o caminho certo e o caminho que queremos. Se, a certa altura, acharmos que não é, tudo bem. Basta parar e seguir em frente. O destino não está escrito em pedra e, desde que a nossa prática nos permita (digo isto pois há quem faça juramentos e compromissos com Deuses ou outras entidades que não podem ser quebrados) podemos parar e mudar. O mundo está em constante mudança, porque não estaríamos nós também?

Para além deste artigo recomendo também que vejam a área para Iniciantes aqui no blogue que dispõe de vários artigos que podem ajudar e, no caso de pretenderem iniciar o caminho na Wicca, recomendo também o artigo Recursos para Iniciantes (Wicca) para ajudar no estudo de cada um.

0 comentários:

Enviar um comentário